ACUPUNTURA PRO

by prof. dr. Luiz Carlos Arias Araújo (11) 81191526 (13) 81280393 luizarias@hotmail.com







segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

O YIN E O YANG E A ALIMENTAÇÃO


Yin e Yang e a alimentação

 O yin/yang é o Tao do céu e da Terra
Eles constituem os dez mil seres
São o pai e a mãe das mudanças e transformações
Eles são o principio ou enraizamento da vida e da morte. (Su Wen cap. 5)
Precisamos estabelecer o que é yin e o que é yang e também o que promove um movimento yin e o que promove um movimento yang. Quando pensamos em coisas estáticas podemos estabecer que o yin e o yang referem-se a localização, assim, o céu é yang e a terra é yin. Porém, o mundo das formas (céu posterior), sucessor ao mundo das idéias (céu anterior), promove a lei da inversão energética, aonde as seis energias celestes  darão origem aos seis ramos terrestres e os cinco elementos darão origem aos 10 troncos celestes.  Sempre que existir essa noção de movimento prevalecerá a lei da inversão energética. Note que os meridianos yin dos membros superiores terminam na mão (lembre-se da posição anatômica chinesa) como, por exemplo, o meridiano do pulmão (P11). Assim ao pensarmos em uma árvore, seus ramos folhas, flores e frutos são yin (ou melhor promovem um movimento Yin), pois buscam um movimento de ascensão, enquanto que as raízes são yang pois promovem movimento de descida. Então o que é descida, o que é centrípeto e o que contração são movimentos yang. E o que subida, o que centrifugo e o que é expansivo são movimentos yin. Novamente notamos Note que o yang busca o yin e o yin busca o yang. Para exemplificar mais uma vez note que o lado direito do corpo é yang e o lado esquerdo é yin, mas o pulso esposo é a esquerda e o pulso esposa é a direita, pois o que é yin (esposa) tem que repousar no Yang (lado direito) e vice versa.
De um modo geral e simplista recebemos essas energias yang e yin através da respiração (energia defensiva, ou Wei) e da alimentação (energia nutridora, ou Iong), respectivamente. Note que respiramos mal e assim recebemos pouca energia wei, e também comemos mal e recebemos pouca energia nutridora. Isso tudo tem um paralelo com a medicina ocidental relacionando-se com o ciclo de Krebs (lógico que de um modo bem reduzido),  precisamos de oxigênio para quebrar moléculas de glicose e produzir energia (ATP).
Todos os alimentos são Yin por natureza e dentro dessa característica, alguns  são  mais yin e outros menos yin, que chamaremos de alimentos yang. Assim as frutas são os mais yin dos alimentos vegetais e as raízes são os mais yang. Os cereais são os mais equilibrados e podem ser Yangzados através do cozimento. Se forem comidos como brotos melhor ainda pois apesar de estar gerando todo o movimento energético em busca do yang, representa a vida, “o sopro do criador”e nada pode ser mais yang, o mesmo vale para frutas e folhas frescas colhidas e comida  diretamente no  pé.
Observe  que os alimentos  mais Yin  são as carnes. Pois são alimentos que processam alimentos primários e são consumidos mortos, sem nada de vida. Sem nada de energia yang.
Deste modo quando estamos com nossa imunidade baixa devemos evitar consumir alimentos yin. Pode parecer estranho, mas evite tomar aquele suquinho de laranja quando estiver gripado e tome um belo caldo de arroz integral com nabo e misso. Garanto que sua gripe vai para o espaço rapidamente.
Além disso devemos potencializar o uso de nossa respiração (leia o post sobre respiração), assim aumentamos a quantidade de energia yang circulante.  Os monges taoístas e os yogues (principalmente os siddhas), apenas comem frutas e folhas frescas, pois como fazem práticas respiratórias profundas tem necessidade de equilibrar o excesso de yang com alimentos  yin. Mas não adianta apenas comer alimentos yin ou yang, precisamos ingerir alimentos que tenham as características dos 5 elementos. Um prato bem equilibrado deve ter os cinco sabores: ácido, amargo, doce, picante e salgado
 

3 comentários: